Calendário de Licenciamento 2018 se encerra hoje (31)


 Junto com o mês de julho, chega ao fim também o Calendário de Licenciamento 2018, devendo todos os veículos estarem com as obrigações quitadas para o ano de exercício. Com o vencimento do licenciamento 2017 para as placas de final 9 e 0 em 31 de julho, o documento 2018 passa a ser exigido para todos a partir de 1º de agosto.

 Embora o prazo para o pagamento do IPVA de todos os veículos tenha vencido no final de abril, a validade do licenciamento 2017 varia conforme o número final da placa. Para as placas de final 1, 2 e 3, o prazo expirou em 30 de abril; para as de final 4, 5 e 6, o documento de 2017 venceu em 31 de maio; para placas de final 7 e 8 o prazo era 30 de junho; e para as placas de final 9 e 0, a validade vai até 31 de julho.

 O proprietário deve quitar, além do IPVA, o seguro obrigatório (DPVAT), a taxa de expedição do CRLV (Certificado de Registro e de Licenciamento do Veículo) e multas vencidas, se houver. Caso tenha pago o IPVA e ainda não tenha recebido o documento, o proprietário deve primeiro verificar se quitou todos os itens que compõem o licenciamento ou ainda se há algum processo pendente. É possível consultar a situação do veículo no site do DetranRS, com a placa e o número do Renavam.

 O DetranRS alerta, ainda, que dirigir veículo com licenciamento vencido é infração gravíssima, passível de multa de R$ 293,47, sete pontos na CNH, além de remoção do veículo a depósito, até a regularização. Para mais informações e dúvidas, o proprietário pode entrar em contato pelo Disque Detran no 0800.5103311 ou, se estiver ligando de celular ou de fora do estado, para 51 3288.2000. Você também pode encaminhar e-mail para o Fale Conosco do site.

Aviso pelo celular

 O proprietário de veículo pode ser avisado por email ou mensagem de celular quando o documento for emitido. Basta cadastrar-se na Central de Serviços do DetranRS.  O cadastro é feito pelo site do DetranRS ou baixando o aplicativo na App Store e Google Play.

Texto: Ascom DetranRS
Edição: Léa Aragón/ Secom
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"