Eguilhor assume patronagem do CTG Herança Paternal


 Durante assembleia geral ordinária realizada no dia 6 de julho passado, no CTG Herança Paternal, com expressivo número de associados, o tradicionalista Ivo Martins Eguilhor foi reconduzido ao cargo de patrão da entidade para a gestão 2018-2020, que já havia exercido por dois períodos: 2010-2012 e 2012-3014. Ele recebe o cargo do patrão Jonatan Mirazo Bica.

 O evento foi prestigiado pelas seguintes pessoas e autoridades: prefeito Mário Augusto de Freire Gonçalves; ex-prefeito Lídio Dalla Nora Bastos, vereadora Rosemeri Martins dos Santos (Progressistas); coordenador municipal de Tradicionalismo, Waldemar Mancilhas; vice-coordenador da CMT e patrão do CTG Crioulos do Ponche Verde, Luiz Carlos Dutra de Lima; patrão do CTG Rodeio da Fronteira, Jairo Madruga e a 2ª prenda da 18ª Região Tradicionalista, Luanny Ferreira Martins.

 Em sua fala, Eguilhor defendeu que o CTG deve ser administrado como empresa, que tem pequena receita mas um número considerável de despesas. E que essa administração é feita "(...) por um grupo de voluntários que se compromete em manter a entidade em pé. Não é fácil, a gente deixa de investir em muita coisa que o CTG precisa para manter em dia os compromissos com o MTG (Movimento Tradicionalista Gaúcho), Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição - que cobra pelos direitos autorais das músicas reproduzidas dentro do CTG) e outros", destacou. O patrão acrescentou que, neste contexto, "(...) para nossa surpresa, chegou notificação da Secretaria Municipal de Planejamento, nos cobrando um isolamento acústico. Talvez por isso tenha sido dado em branco a apresentação de chapas no Herança Paternal. Como é que se vai fazer isolamento acústico nestas instalações?" - perguntou, apontando para teto e paredes da sede. Eguilhor arrematou essa abordagem, destacando o procedimento que ele próprio adotou: "Temos que procurar os caminhos para resolver isso (...) procuramos o prefeito e a secretária de Planejamento, levando nossas posições.

 E ele (Mário Augusto), prontamente, nos entendeu e nos disse que remeteria um documento oficial para nos tranquilizar. Estamos esperando pelo mesmo", sentenciou no início da semana.

A nova Patronagem

 Patrão: Ivo Martins Eguilhor; patrão de Honra, Moisés Aires Teixeira; 1º capataz, Dari Odilo Richardt; 2º capataz, Erton Bastos de Bastos; 1º sota-capataz, Santo Jesus Machado Jardim; 2º sota-capataz, Márcio Cardona Pohl; 1º agregado da Guaiaca, Novércio Rodrigues Machado; 2º agregado da Guaiaca, Garibaldi Ferreira Gonçalves.

Conselho de Vaqueanos

 Ivo Dias Ferreira, Vicente Fontana, Jonatan Mirazo Bica, Joel Martins Rodrigues, Diógenes Vianna Mello, Ademar Vianna Mello, Almirante Rodrigues Machado, Adão Flávio Zambrano da Fontoura, Adriano de Souza Penteado e Álvaro Teixeira de Lima. 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"