O plantador de cartas


 Hoje, passado muitos anos, dá até para fazer piada com o fato. O que ocorreu é que no final dos anos 1990, algumas pessoas, muitas na verdade, começaram a reclamar que não estavam recebendo suas correspondências. Como a incidência das reclamações chegou a um patamar alarmante, começaram investigações internas nos Correios que terminaram em um caso de polícia. Identificado o carteiro responsável pela rota problemática, o caso foi facilmente desvendado - o carteiro não entregava as correspondências, em vez disso, enterrava as mesmas no pátio de casa, como mostra a foto, no dia em que as mesmas foram descobertas, literalmente.

 O verdadeiro motivo nunca ficou claro, mas o servidor da empresa foi afastado , por ter sido considerado portador de alguma patologia mental. Que coisa, hein!
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"