Silvio Bermann


Neste sábado prossegue o projeto Carijo na Unipampa

 O projeto é de extensão (com participação da comunidade em geral) e está sendo desenvolvido desde quarta-feira passada (18), no campus da Unipampa Dom Pedrito, sob coordenação do professor Moisés da Luz. Trata-se do Carijo na Unipampa e remete para o conhecimento camponês e indígena na fabricação artesanal de erva mate.

 Moisés, que está em Dom Pedrito desde o início deste ano, é natural de Panambi e encontra em sua própria família a tradição do cultivo e fabricação de erva mate, o que facilitou que possuísse os contatos necessários para buscar as parcerias, sobretudo na obtenção de uma carga – que estima em torno de 50 kg – de galhos da planta, doados por um produtor do município de Segredo-RS. Coube ao Setor de Logística e Transporte do campus local da universidade, que tem como responsável o técnico administrativo Daniel Brum, o transporte da carga até Dom Pedrito, para que a comunidade universitária e todas as pessoas da população interessadas, participem do projeto.

 Na prática, a iniciativa consiste em que, pelo sistema de mutirão, todos participassem desde a montagem do Carijo – espécie de estrado, feito de madeira e bambu -, sobre o qual os feixes de erva-mate são colocados para secar, sob influência de um braseiro armado abaixo da estrutura. E, também, das demais fases do processo, como o Sapeco – em que os galhos são passados rapidamente sobre o fogo, para serem ‘sapecados’ – uma espécie de selagem da folha, antes de os feixes serem armados e levados para a secagem no Carijo.
De 18 a 20 de julho (ontem, sexta-feira), as fases do projeto foram sendo cumpridas, em meio a uma Ronda Cultural (espécie de tertúlia), com apresentações artísticas livres, até que a erva-mate produzida pelo grupo ficasse pronta e fossem degustadas as primeiras cuias de chimarrão preparado com erva-mate produzida à maneira ancestral dos índios guaranis.

 Paralelamente, os segmentos da comunidade, principalmente as escolas, podem agendar para assistir à exibição do documentário, denominado Carijo – O Filme, em telão, no campus.

 Contatos pelo e-mail (cintiarosa@unipampa.edu.br) ou whatsapp (55) 991-42-3206. O documentário ainda pode ser acessado através do You Tube.

 A programação continua neste sábado (21), quando estão previstas uma mateada e atividades culturais, em dois turnos: das 9h às 12h e das 14h às 17h, segundo informa Cintia Saydelles, que integra a equipe de organização do projeto.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"