Justiça realizou reintegração de posse


 Foi na manhã de segunda-feira passada (6), que o poder Judiciário cumpriu dois mandados de reintegração de posse em área pública do Município que havia sido invadida por famílias. Por oficial de Justiça, com apoio da Brigada Militar.

 A pedido de um dos moradores, a reportagem do Folha da Cidade esteve no local e conversou com Claudio Cunha Flores, que disse morar há pelo menos 10 anos no local, uma "bolanta" com a mulher e mais dois filhos, uma menina de 9 anos e um jovem de 21 anos.

 Em sua versão, ele reclamou da ação da polícia e que todos os seus pertences foram levados por caminhões da prefeitura, sem saber para onde. "Tenho mulher e uma filha ainda criança, para onde eu vou agora?

 Em nota, a prefeitura esclareceu que a área pertence ao município e havia sido invadida por três famílias, sendo que uma delas, anteriormente, residia em uma moradia que estava sendo regularizada pelo poder público, porém os moradores venderam a referida casa e, posteriormente, vieram a invadir esta.

 Cabe ressaltar, que este local, hoje desocupado, será destinado para moradia de famílias inscritas e aprovadas pelo Conselho Municipal de Habitação.

 O patrimônio público é indisponível, as doações de moradia seguem regras e uma sequência por ordem de necessidade e de pedido. Nenhuma pessoa da comunidade ou autoridade pode dispor desse patrimônio.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"